modelo-contrato-envidracamento-sacada

É necessário fazer contrato para o envidraçamento de sacada?

Sabemos que muitas vidraçarias ou instaladores acham desnecessário fazer o contrato de envidraçamento de sacada ou varanda. Até que chega o dia que há um problema.

O contrato resolve todas as dificuldades? Não, mas ajuda, muito. Vamos explicar o porquê a você vidraceiro, empresário ou autônomo.

O enorme risco financeiro sem ter um contrato assinado

Não fazer um contrato formalizado, e “fechar só de boca”, não dá nenhuma segurança jurídica e gera vários riscos.

Um deles, por exemplo, é não receber o valor combinado inicialmente, ou ainda pior, não receber valor algum se o cliente não ficar satisfeito com a instalação ou ocorrerem atrasos para entregar a obra pronta. Imagine só, que prejuízo!

Com um contrato em mãos, devidamente assinado, caso houver discordância, este pode ser levado à justiça para solucionar impasses. Sem contrato formalizado, nem adianta. Nenhum juiz aceitará cobrança ou pedido de ressarcimento sem um documento assinado, com um “contrato” fechado apenas de palavra.

O que precisa constar no contrato para envidraçar sacadas ou varandas

De forma geral, selecionamos algumas partes importantes que devem constar no contrato de envidraçamento de sacada. A começar por:

– Identificar as partes envolvidas: os dados cadastrais (CNPJ, endereço) da contratada e os dados pessoais do contratante (RG, CPF). Pode parecer burocrático, mas é muito importante identificar completamente as partes envolvidas, quem contrata e quem está sendo contratado.

– Objeto: resumo do serviço de fornecimento e instalação dos itens descritos e que compõe o envidraçamento de sacada, como vidros, alumínios, acessórios, medidas, aplicação.

– Especificação do serviço prestado: com inserção do croqui ou desenho do projeto, principalmente se o vão for em ângulo, para evitar problemas ou mal entendimento do projeto.

No modelo de contrato que disponibilizamos abaixo, você verá tudo o que deve constar no contrato para ter segurança legal e evitar dores de cabeça.

A hora das assinaturas e registro em cartório

Saiba que é muito importante revisar todo o contrato junto com o cliente antes das assinaturas, pois se aparecer alguma dúvida ou faltar um item, dará tempo de corrigir e então, finalmente assinarem.

Muitos acreditam que seja obrigatório o registro de firma em cartório. Na verdade, significa apenas uma segurança a mais, porque no caso de uma disputa judicial, as assinaturas já serão suficientes.

Detalhes importantes

Veja a seguir alguns detalhes fundamentais para manter e garantir a segurança legal do contrato:

  1. Rubricar ou dar um visto em todas as páginas do contrato, tanto contratante como contratada.
  2. Se, depois de assinado, for necessário fazer mudanças no contrato, é possível fazer um aditivo ou adendo com as alterações e tudo deve ser vistado e assinado novamente.
  3. Entregar a nota fiscal no valor que está no contrato quando finalizar o serviço.
  4. Fotografar o local da instalação quando for medir o vão ou antes de começar o serviço e anexar ao contrato. Evita de escapar algum detalhe não percebido anteriormente.

Baixe um modelo de contrato

Aqui, você pode baixar o modelo de contrato por empreitada, como dizem os advogados. Assim chamado porque é diferente do contrato de serviço contínuo, pois tem prazo determinado.

O que está escrito em vermelho é o que deve ser alterado ou inserido e também é sugestão.

Lembre-se vidraceiro, você transforma matéria-prima em produto acabado. Valorize seu conhecimento.

Equipe Skkits